user_mobilelogo

Noticias

O Presidente da Funpresp-Exe – Fundação de Previdência Complementar dos Servidores Públicos Federais do Poder Executivo, Ricardo Pena, com a colaboração de Rafael Liberal Ferreira de Santana, analista de seguridade da Funpresp-Exe desenvolveram um artigo para esta publicação contando diversos pontos para a criação e desenvolvimento da organização em questão.

Na edição nº2 da revista Previdência Complementar, desenvolvida pela Secretaria de Políticas de Previdência Complementar (SPPC), o Secretário de Políticas de Previdência Complementar do Ministério da Previdência Social Jaime Mariz de Faria Júnior abordou o tema referente aos benefícios da Previdência Complementar para o país.

“O governo precisa estabelecer uma política de Estado para a previdência complementar, porque ela, por sua importância para os trabalhadores, as empresas e o País como um todo, vai muito além do significado transitório dos governos”, observa Cláudia Ricaldoni, presidente da ANAPAR - Associação Nacional dos Participantes de Fundos de Pensão. Fiel ao mesmo espírito, Luiz Paulo Brasizza, diretor da Abrapp, lembra a defesa que há muito fazemos para a PREVIC (Superintendência Nacional de Previdência Complementar) assumir concretamente suas feições de órgão de Estado e, dessa forma, oferecer uma contribuição ainda maior do que a que tem dado ao fomento do sistema, como instrumento para o Brasil encontrar os meios de poupar mais e melhor.

Acompanhe a entrevista concedida pelo titular da Previc, Carlos de Paula, ao site Fato Online, na qual destaca a importância de se achar os melhores meios para disseminar a previdência complementar, junto especialmente aos trabalhadores que viram a sua renda crescer nos últimos anos e formam a chamada “nova classe média”. Ele ressalta a contribuição que a autarquia que dirige pretende dar nesse processo:

 

“Incluída no mercado de consumo nos últimos anos, a nova classe média, agora, é o foco da indústria de previdência complementar privada. No comando da Previc (Superintendência Nacional de Previdência Complementar), Carlos de Paula quer popularizar o acesso das pessoas a esse tipo de "poupança" para hora da aposentadoria.

 

Quem deve me entregar o Informe de Rendimentos 2014? 

A responsabilidade de entregar o Informe de Rendimento para a Declaração de Imposto de Renda de 2015 é da área de RH do órgão de cada participante.

Para os participantes da PREVES, a área destinada ao seu acesso está liberada.

Neste primeiro momento, estão disponíveis os dados cadastrais.