user_mobilelogo

Noticias

 

 Com a economia brasileira em um momento difícil e a cena econômica internacional ainda sem encontrar uma saída consistente para a crise de 2008, é quase inevitável que os investidores encontrem crescentes obstáculos para alcançar altos rendimentos. É particularmente nessas horas que os melhores administradores de ativos, aqueles com estratégias vencedoras e todo o resto, a começar por uma atenta visão dos riscos, se distinguem dos demais. Como os gestores dos fundos de pensão brasileiros, que nos últimos sete anos conseguiram o quinto melhor retorno para as suas alocações, entre 21 países pesquisados em um estudo do Núcleo Técnico da Abrapp, realizado a partir de dados da OCDE (Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico) e próprios. 

 O otimismo da população brasileira quanto à aposentadoria ainda não resulta em ações eficazes para garantir o futuro financeiro e mostra, além disso, lacunas que precisam ser preenchidas para se evoluir na discussão do tema. É o que mostra a 4ª edição da pesquisa anual de Preparo para a Aposentadoria (The Aegon Retirement Readiness Survey: Inspiring a world of habitual savers) realizada pela seguradora Aegon, parceira global da Mongeral Aegon, realizada em 15 países em janeiro e fevereiro deste ano.
Nos próximos anos, muitos (41%) acreditam que a situação vai piorar para as futuras gerações.  Já 32% acreditam em um cenário igual ao atual, enquanto a minoria (23%) acha que vai melhorar.

Realizado nos dias 12 e 13 de maio no Hotel Windsor Atlântica no Rio de Janeiro, o 6º Encontro Nacional de Comunicação e Relacionamento dos Fundos de Pensão contou com a participação de vários profissionais das áreas de marketing, comunicação, atendimento e relacionamento dos Fundos de Pensão de todo o Brasil.

Buscando a disseminação de princípios e conceitos da previdência complementar, a Cejuprev realizará o seu primeiro Webinar sobre o tema Como poupar mais e melhor: a formação da poupança previdenciária e seu alcance social e econômico, apresentado pelo advogado e membro da Comissão Técnica Nacional de Assuntos Jurídicos da Abrapp, Roberto Eiras Messina.

Brasília, 06/05/2015 – Nota divulgada pela Superintendência Nacional de Previdência Complementar (PREVIC) aos participantes e dirigentes das entidades de Previdência Complementar:

“Tendo em vista as reportagens veiculadas por alguns veículos de comunicação nas últimas semanas e, com o intuito de informar entidades e participantes, a Previc vem a público prestar os seguintes esclarecimentos: 

O sistema não apresenta problemas de risco agregado de insolvência. O segmento é sólido, seguro e com grande potencial de crescimento. Há quase quatro décadas que o sistema paga, religiosamente em dia, as obrigações assumidas com seus participantes. Eventuais situações pontuais de desequilíbrio de planos têm sido objeto de estreito acompanhamento por parte da Previc.

Em atendimento ao princípio de transparência previsto na Resolução CGPC nº 23/2006 e CNPC nº 02/2011 do Ministério da Previdência Social, a PREVES disponibiliza o Relatório Anual de Informações referente ao exercício de 2014. 

Neste material o participante poderá acompanhar a gestão da PREVES no ano de 2014, bem como as diretrizes para o ano de 2015. 

 

Confira